Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

//
-
Iniciativa disponível para algumas localidades
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os beneficiários SulAmérica Saúde e a participação está sujeita às condições de elegibilidade. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Pais e filhos: convivência familiar em tempos de pandemia Epidemias

Home > Matérias > Epidemias > Pais e filhos: convivência familiar em tempos de pandemia



Neste período de isolamento domiciliar em virtude da pandemia do novo coronavírus, com aulas suspensas em escolas de todo o país e
a família toda em casa 24 horas por dia, manter a harmonia na convivência diária pode ser um desafio – e eventuais conflitos acabam gerando ainda mais ansiedade e estresse. Manter a calma, diminuir as cobranças e criar rotinas na casa são os primeiros passos para tornar melhor esta situação tão diferente para todos. 

O Departamento Científico de Pediatria do Desenvolvimento e Comportamento da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou recentemente dicas relevantes para que pais e responsáveis contribuam para preservar o bem-estar de crianças e adolescentes neste momento. Confira:


    Converse tranquilamente com seus filhos sobre a situação atual, com linguagem simples e adequada para a idade, evitando o aumento do estresse, do medo e da ansiedade. Explique que as medidas de isolamento são importantes e preventivas. Abra espaço para que eles expressem sentimentos e dúvidas; É essencial dialogar sobre atividades prioritárias, necessidades básicas da casa e divisão de tarefas. Os horários do trabalho dos pais devem ser organizados, tentando intercalar períodos para afazeres da casa e das crianças; Os pais devem discutir o papel de cada adulto no suporte às crianças, para que as atividades sejam equilibradas e o estresse não se torne rotina dentro de casa; Planeje a agenda dos seus filhos com a participação deles, incentivando-os a organizar horários equilibrados para brincadeiras, estudo, leitura, música, atividade física, sono e tempo de tela, respeitando os limites da rotina saudável, além dos intervalos de ócio criativo; Cuide para que eles mantenham a dieta e a ingestão de líquidos adequadas para cada idade; Eles podem alternar períodos de atividades físicas dentro do lar em mais de um horário do dia. Se possível, os pais devem fazer as atividades em conjunto com os filhos, estimulando a criatividade; Incentive atividades no quintal, na varanda ou próximas a locais mais arejados da casa; Estabeleça horários para o uso saudável das telas, evitando ultrapassar os limites e o acesso sem supervisão a conteúdos inadequados; Estabeleça horários para jogos online com os amigos e para videoconferências com os avós. É importante incentivar os avós a ter conversas alegres e momentos de descontração durante os contatos a distância; Converse com seus filhos para que respeitem os momentos de trabalho dos adultos. Tente sincronizar esses horários com filmes e atividades nas quais a criança não necessite de tanta supervisão; Separe um ou dois momentos do dia para que possa se atualizar das notícias sobre a doença, sem expor as crianças a conteúdos inadequados e evitando fake news; Realize pausas durante o dia para que a família possa estar unida de forma animada e agradável, como durante as refeições.

Lembre-se: os pais devem servir de modelo do comportamento que esperam de seus filhos. Deixe claro para todos que o momento não é de férias, mas um período transitório em que as atividades cotidianas devem ser cumpridas, e que em breve voltarão às rotinas habituais.

Ainda assim, pode ser difícil manter a criatividade e o ânimo durante tanto tempo em casa. Separamos algumas dicas de atividades que podem ajudar a manter momentos agradáveis em família durante a quarentena:

Ir para cozinha com a criançada pode ser uma ótima distração. A questão é adaptar as tarefas para cada faixa etária: para os pequenos, entre 1 e 2 anos de idade, coloque a massa pronta nas mãos deles; já para os maiores, distribua os ingredientes em potes e peça para eles misturarem. Canais no YouTube, programas de TV e videochamadas com avós e outros familiares são ótimas fontes de receitas. Disputar espaço com as telas nem sempre é fácil. Para tornar a leitura um hábito interessante, a dica é escolher um livro adequado e, a cada dia, um membro da família pode ler um trecho para os demais. Pra quem gosta de programação cultural ou deseja aprender mais, visitar museus online pode ser bem interessante. Além das páginas de cada instituição, o Google Arts & Culture reúne dezenas de museus e galerias ao redor do mundo e permite visitas virtuais em espaços de arte. Use os recursos que tem em casa e a transforme num laboratório de experiências. Por exemplo, pode ser interessante descobrir como uma máquina de lavar funciona ou aprender a costurar. Introduza tarefas domésticas, de acordo com a idade dos seus filhos. Ensine de forma alegre e prazerosa, supervisionando as atividades.

Nunca passaremos tanto tempo com nossos filhos quanto agora. Aproveite para inventar brincadeiras, criar lembranças positivas e dedicar um pouco do seu tempo livre para acompanhar de perto o crescimento deles.

Se você está enfrentando dificuldades para lidar com a nova rotina, fique tranquilo e cuide de sua saúde mental. A SulAmérica oferece apoio e cuidado para seus beneficiários por meio da iniciativa Única Mente e do serviço Psicólogo na Tela

 

Artigos relacionados:
Coronavírus: Mantenha sua Saúde Mental a Salvo
Coronavírus: Perguntas e Respostas
Coronavírus: Guia do Isolamento Domiciliar

 

Voltar