Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

//
-
Clínicas disponíveis para algumas localidades de São Paulo/SP. Indique no campo "Observações" a localidade de sua preferência: Freguesia do Ó, Indianópolis, Lapa, Paraíso, Pinheiros, Santana, Sta Cecília, Sta Cruz , Sto Amaro, São Judas, São Miguel, Tatuapé
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os beneficiários SulAmérica Saúde e a participação está sujeita às condições de elegibilidade. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Mantenha um Cardápio Saudável na Quarentena Epidemias

Home > Matérias > Epidemias > Mantenha um Cardápio Saudável na Quarentena

O isolamento social em virtude da pandemia do novo coronavírus tem obrigado milhões de pessoas no mundo inteiro a enfrentar o desafio de manter uma alimentação saudável e nutritiva em casa. Mas uma boa parte, por falta de habilidade na cozinha, tem recorrido ao sistema de delivery e à praticidade dos alimentos ultraprocessados para se alimentar no dia a dia. Trata-se de um hábito prejudicial, que pode acarretar ganho de peso, organismo inflamado e baixa imunidade – tudo o que não pode acontecer, principalmente durante uma pandemia.

Diante desse cenário, preparamos um pequeno guia com orientações práticas para fazer boas escolhas no supermercado, para planejar o cardápio e para higienizar, preparar e armazenar corretamente os alimentos.

 Cozinhe sua própria comida
Pode ser mais prático comprar refeições prontas, mas aproveite que você está em casa para cozinhar, mesmo que sobre pouco tempo disponível para isso. A Organização Mundial da Saúde incentiva a prática e recomenda usar a internet para encontrar receitas saudáveis, de acordo com o gosto e as habilidades de cada um. No mínimo, você evita o sódio, as gorduras saturadas e os conservantes usados em excesso nos produtos industrializados. 
Compre apenas o necessário
Estocar uma grande quantidade de comida, como muita gente tem feito, acaba incentivando um consumo maior dentro de casa, ainda mais com a ansiedade gerada pela pandemia. É mais indicado fazer um planejamento das principais refeições e comprar apenas o necessário para até quinze dias, uma vez que esse é o tempo de isolamento no caso de infecção pelo vírus. Antes de fazer compras, verifique a despensa para usar o que você tem em casa. Compre pela internet ou escolha horários em que o supermercado possa estar mais vazio.


Higienize bem os alimentos Ao chegar em casa de volta do supermercado, siga os cuidados de higienização pessoal e das sacolas – use ecobags laváveis, de preferência. Em seguida, inicie a higienização das embalagens e dos alimentos. Acompanhe as recomendações da Associação Brasileira de Nutrição: ●	Limpe as embalagens (latas, vidros, bandejas) dos alimentos industrializados com água e sabão ou álcool 70%, antes de guardar nos armários. ●	Higienize frutas, verduras e legumes crus em água corrente e, depois, deixe de molho em hipoclorito de sódio ou em água sanitária (específica para alimentos) diluídos em água, sempre seguindo as orientações de quantidade e tempo apresentadas no rótulo do produto. ●	Guarde os alimentos que serão armazenados na geladeira em potes fechados ou sacos adequados. As frutas que vão para a fruteira devem ser higienizadas novamente antes do consumo.

Organize a geladeira

Mais importante do que não exagerar nas compras é armazenar os alimentos na geladeira de forma correta para que não estraguem antes da hora , gerando desperdício. Atenção à data de validade: deixe os itens que estão mais próximos do vencimento na frente dos demais. Organize também o freezer: lotar demais esse compartimento entope a circulação de ar do aparelho e pode fazer com que tudo descongele e estrague.



  Mantenha sob refrigeração As sobras das refeições, guardadas em potes com tampa, duram até 3 dias sob refrigeração. Cascas e talos das verduras e dos legumes podem ser colocados num mesmo pote, dentro da geladeira, para serem utilizados no preparo de caldos, sopas e temperos.   Mantenha congelado Congele pães já fatiados, frutas em pedaços e legumes cozidos. Você pode separá-los em porções, em sacos próprios para alimentos, potes ou vidros com tampa. Cozinhe feijões e outras leguminosas e congele em porções, em potes ou vidros com tampa. Dobre a receita e congele uma parte para uma próxima refeição.  

  • Beba bastante líquido. Mesmo em casa, cuide da hidratação. Beba água pura, água saborizada (acrescente rodelas de frutas e hortelã), infusão de ervas (sem açúcar). Evite ao máximo consumir refrigerantes e sucos industrializados.

  • Consuma grãos integrais. Ricos em fibras, os grãos são importantes para manter o intestino saudável e aumentar a sensação de saciedade.

  • Reduza a ingestão de bebidas alcoólicas. A medida reduz o risco de dependência e enfraquecimento do sistema imunológico, que pode ocorrer com o consumo excessivo de álcool.

  • Evite a adição de açúcar e use o mínimo de sal. São ingredientes que, em excesso, inflamam o organismo e contribuem com a retenção de líquido, respectivamente. Frutas desidratadas e ervas frescas ou secas substituem esses ingredientes nas receitas.  

  • Corte frituras e o excesso de óleo nas preparações. Melhor grelhar em frigideira apenas untada com óleo, assar ou cozinhar no vapor.  

  • Controle o tamanho das porções. O excesso pode desequilibrar os níveis de colesterol e elevar o risco de diabetes. Continue consumindo apenas o necessário, até porque ninguém sabe exatamente a data final da pandemia.

    O distanciamento social e a tensão constante provocada pela pandemia do novo coronavírus, que tem nos mantido muito mais tempo dentro de casa, pode nos deixar mais ansiosos e com vontade de comer, mesmo quando não se está com fome. É importante prestar atenção nos sinais e tentar manter a disciplina, com uma boa alimentação. Além disso, procure atividades que lhe sejam prazerosas e exercite seu corpo para gastar energia e não cair no sedentarismo.



Artigos relacionados:

Coronavírus: Mantenha sua Saúde Mental a Salvo
Coronavírus: Perguntas e Respostas
Coronavírus: Guia do Isolamento Domiciliar
Coronavírus: Orientações para Idosos e Pessoas com Doenças Crônicas

 



Voltar