Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Ceratocone: o que é, causas, sintomas e tratamento Saúde Ocular

Home > Matérias > Saúde Ocular > Ceratocone: o que é, causas, sintomas e tratamento

Ceratocone

O ceratocone é uma doença progressiva rara que afeta as estruturas da córnea, deixando-a mais fina e em formato de cone. Como resultado, a visão se torna embaçada e distorcida.

Ainda não se conhece exatamente as causas dessa condição, porém acredita-se que estejam relacionadas a fatores genéticos, doenças sistêmicas, como a síndrome de Down, e infecções oftalmológicas.

 

Como identificar

Normalmente, o ceratocone surge na adolescência e início da fase adulta. Visão distorcida e embaçada, aumento da sensibilidade à luz, vermelhidão e inchaço dos olhos estão entre os sintomas mais comuns. Além disso, há um aumento constante da miopia e do astigmatismo.

O ceratocone pode ser diagnosticado em uma avaliação oftalmológica de rotina e evolução da doença pode variar de pessoa para pessoa. 

 

Tratamento

Nos estágios iniciais, os sintomas do ceratocone podem ser facilmente corrigidos com óculos. No entanto, com o passar do tempo, pode haver a necessidade de uso de lentes de contato rígidas e outros procedimentos para manter o foco da visão. Veja quais são eles:

Anéis intraestromais - pequenos dispositivos colocados cirurgicamente na córnea pelo oftalmologista para achatar a curvatura dessa estrutura e melhorar a visão.

Cross-linking de colágeno - Nesse tratamento é utilizado um laser especial e um colírio para fortalecer a córnea, o que pode ajudar a achatá-la ou enrijecê-la, evitando que fique mais protuberante. 

Transplante de córnea - Quando os sintomas são muito graves e não podem ser resolvidos com os procedimentos anteriores, o oftalmologista pode sugerir um transplante de córnea. Nesses casos, poderá ser transplantada uma parte ou a totalidade da córnea.

 

Cuidados importantes

Se você tem o diagnóstico do ceratocone, uma dica importante é evitar coçar os olhos, pois isso pode danificar o tecido fino da córnea e piorar ainda mais os sintomas. Além disso, visite seu oftalmologista na periodicidade que ele recomendar. O acompanhamento médico regular é importante para evitar complicações e atualizar o grau dos óculos, se necessário.


Voltar