Matérias



5 dicas para aproveitar o feriado do carnaval com saúde Bem Estar

Home > Matérias > Bem Estar > 5 dicas para aproveitar o feriado do carnaval com saúde

5 dicas para aproveitar o feriado do carnaval com saúde

 

5 dicas para aproveitar o feriado do carnaval com saúde 

Para muitas pessoas, o carnaval é sinônimo de festa, alegria e agitação. Para outras, é um período de descanso e lazer com a família. Seja qual for o seu objetivo para esse feriado, lembre-se que é importante se atentar para alguns cuidados essenciais com a saúde.

 

A seguir reunimos 5 dicas para curtir o carnaval com segurança e bem-estar:

 

1 - Alimentação e hidratação

 Se você for pular carnaval, procure se alimentar bem antes de sair de casa. Os alimentos ricos em carboidratos, como pães, arroz, massas, batata e mandioca são ótimas opções para manter a energia do organismo. Evite os itens condimentados e gordurosos.

Durante a folia, invista nas refeições mais leves, como saladas, lanches naturais, barrinhas de cereais e frutas, e não fique muitas horas sem se alimentar.

Além disso, é importante se manter hidratado, já com a transpiração excessiva, o corpo perde muita água. Por esse motivo, beba bastante água e abuse dos sucos naturais. Vale ressaltar que as bebidas alcoólicas não valem, ok? O álcool acelera o processo de desidratação.

 

2 - Sem abusos

Como falamos acima, o álcool desidrata e sobrecarrega o funcionamento do organismo. Entre as principais consequências do abuso de bebidas alcoólicas estão intoxicação alcoólica, gastrite aguda, pancreatite e coma alcoólico. 

Se beber, que seja com moderação e responsabilidade. Lembre-se também que bebida e direção não combinam!

 

3 - Sexo seguro

A preocupação com as doenças sexualmente transmissíveis (DST) deve ser o ano todo. O uso de preservativo é fundamental para prevenir doenças como HIV, HPV, clamídia, herpes, gonorreia e sífilis. Essa última, por exemplo, voltou recentemente a ser alvo de uma epidemia no Brasil. Portanto, fique atento: sexo bom é sexo seguro.

 

4 - Viajando

Se você pretende viajar, não se esqueça de verificar as condições do seu veículo; cheque o estepe, o óleo, a água, entre outros itens importantes.

Caso a viagem seja longa, faça paradas a cada duas ou três horas para esticar as pernas e estimular a circulação sanguínea. Se optar por viajar de avião, uma opção é usar meias de compressão e movimentar as pernas frequentemente.

 

5 - Longe da febre amarela

O Brasil vive o maior surto de febre amarela silvestre das últimas décadas. Se você pretende viajar para áreas de risco e ainda não se vacinou contra a doença, é melhor adiar a viagem. A vacina da febre amarela só garante imunização após 10 dias de aplicação, pelo menos.

Para saber quais áreas são consideradas de risco para a transmissão da doença, acesse o portal do Ministério da Saúde: http://portalms.saude.gov.br. Além disso, lembre-se de usar repelentes para evitar outras doenças transmitidas por mosquitos, como dengue, zica vírus e chikungunya.

Voltar