Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Asma e gravidez Saúde da Mulher

Home > Matérias > Saúde da Mulher > Asma e gravidez

Asma: você sabe o que é?

A Asma ou bronquite asmática é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas. Os brônquios da pessoa que tem asma são mais sensíveis, reagindo a qualquer tipo de irritação, portanto a pessoa poderá sentir falta de ar ao inalar poeira, fumaça de cigarro, e exposição à poluição do ar ou outros agentes que a pessoa possa ser alérgica.

A asma na gravidez

As mulheres que já possuem um quadro de Asma poderão apresentar piora durante a gravidez, o que será motivo de um acompanhamento especial junto ao especialista da área.

O estresse devido às mudanças no corpo da mulher contribui para a piora do quadro de Asma, por isso é preciso atenção e cuidado com as futuras mamães asmáticas.

A medicação utilizada no tratamento da Asma é à base de corticóides, o que leva grande número de mulheres a parar de utilizar os remédios com medo de prejudicar o bebê. No entanto, a maior ameaça é uma crise grave de Asma, pois o nível de oxigênio da mãe diminui, e consequentemente o do bebê também, levando a risco de parto prematuro e baixo peso ao nascer. E você não precisa correr nenhum risco, não é mesmo? Sendo assim, não abandone sua medicação antes de conversar com seu médico e esclarecer suas dúvidas e inseguranças.

Como prevenir as crises de Asma?

Intensifique os cuidados que você já toma normalmente, evitando exposição a cigarro e fumaça, evitando lugares em que o nível de poluição está alto, umidificando o ambiente em dias de tempo seco e praticando atividades relaxantes!

E lembre-se de procurar um serviço de atendimento de urgência caso entre em uma crise respiratória. Quanto antes você receber atendimento e alívio, melhores serão os resultados pra você e para o seu bebê!

 

Voltar