Matérias



O que é endometriose? Saúde da Mulher

Home > Matérias > Saúde da Mulher > O que é endometriose?

EndometrioseO que é endometriose?

Doença ginecológica é considerada uma das principais causas de infertlidade

 

Cólicas menstruais intensas, inchaço abdominal e dor durante as relações sexuais. Esses são alguns dos principais sintomas da endometriose, uma doença ginecológica, que atinge uma em cada dez mulheres em idade reprodutiva e é uma das principais causas de infertilidade.

Primeiramente, para entender o que é a doença, é preciso saber o que é endométrio. Essa camada de tecido, que recobre a parte interna do útero é formada todo mês pela ação dos hormônios femininos, e caso a mulher não engravide, ela se descama, originando o fluxo menstrual. A função do endométrio é acolher e nutrir o embrião nos primeiros estágios da gravidez.

Para entender o que é a doença é preciso saber o que é endométrio. A função do endométrio é acolher e nutrir o embrião nos primeiros estágios da gravidez. No entanto, quando não há fecundação, ou seja, a mulher não engravida, essa camada de tecido na parte interna do útero (que se desenvolve com a função de fazer esse encolhimento) se descama, dando origem ao fluxo menstrual.

Já no caso da endometriose, o tecido endometrial deixa de se desenvolver dentro do útero e passa a se instalar fora dele, em órgãos próximos, como ovários, trompas, bexiga e intestino. As principais consequências da condição são as lesões e inflamações que esse tecido causa mensalmente, podendo levar à infertilidade.

 

Sintomas da endometriose

 - Cólica menstrual intensa

- Dores fortes na pelve ou vagina durante as relações sexuais

- Dor ao urinar e ao evacuar

- Sangue nas fezes e urina

- Prisão de ventre ou diarréia no período menstrual

 

Fatores de risco

A endometriose acomete as mulheres que estão em fase reprodutiva e tende a ser mais comum entre os 30 e 40 anos.

Ainda não se sabe exatamente quais são as causas dessa doença, porém acredita-se que possam estar relacionadas à chamada “menstruação retrógada”, que acontece quando o fluxo menstrual volta pelas tubas uterinas; disfunções no sistema imunológico; alterações celulares fora do útero, que podem assumir características similares às do endométrio; e fatores genéticos.

 

Por que a endometriose pode levar à infertilidade?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva, cerca de 40% das mulheres com infertilidade apresentam endometriose. A doença pode provocar alterações nas trompas e ovários, impedindo a fecundação.

 

Como diagnosticar 

A endometriose pode ser diagnosticada por análise física e videolaparoscopia, um procedimento cirúrgico, que permite visualizar as lesões suspeitas. O quanto antes a doença for diagnosticada, menos riscos a mulher terá de a endometriose progredir e levar à infertilidade.

 

Tratamento

Considerada uma condição crônica, a endometriose não tem cura, porém pode ser tratada com medicamentos específicos, o que inclui pílulas anticoncepcionais, que inibem a produção de hormônios, anti-inflamatórios, entre outros, melhorando a qualidade de vida.

Nos casos em que as lesões da endometriose são grandes e podem comprometer a função dos órgãos afetados, a cirurgia é a forma de tratamento mais eficiente.

Voltar