Matérias



Como funciona a anestesia no parto normal Saúde da Mulher

Home > Matérias > Saúde da Mulher > Como funciona a anestesia no parto normal

Como funciona a anestesia no parto normal

 

Anestesia 

Uma das principais preocupações de quem irá passar pelo parto normal é com relação à dor, que pode variar de moderada a intensa, durante o trabalho de parto. Por esse motivo, é importante esclarecer que existe a possibilidade de a gestante receber anestesia para o alívio desses desconfortos.

A opção de usar anestesia no trabalho de parto deve ser conversada com o obstetra durante o pré-natal para que ele possa verificar se há contraindicações, como alergias ao anestésico, se a paciente possui prósteses na coluna ou se existem problemas de coagulação, por exemplo.

No parto normal, os tipos de anestesias mais utilizados pelos médicos são a peridural ou uma combinação de raquidiana com a peridural, que altera a sensibilidade da cintura para baixo. Nos dois casos, a anestesia é aplicada na coluna.

 Os médicos poderão regular a dosagem do medicamento anestésico de modo que aliviem a dor e a gestante possa se movimentar e sentir as contrações na hora de fazer força, ajudando no andamento do parto.

 

Benefícios

 - Reduz o estresse e o desconforto da gestante

- Permite que a gestante possa descansar e relaxar um pouco, caso o trabalho de parto seja longo

- Ao reduzir o desconforto do trabalho de parto, as mulheres têm uma experiência mais positiva desse momento

- Normalmente, permite que a gestante possa se movimentar e participar ativamente do nascimento da criança

 

Riscos

Apesar dos benefícios da peridural, há algumas contraindicações. Gestantes com problemas de coagulação, portadoras de cardiopatias e doenças neurológicas e alérgicas ao medicamento anestésico não devem se submeter a esse procedimento. Nesses casos, é importante buscar formas alternativas de analgesia, como técnicas de respiração, massagens e imersão em água.  

Alguns efeitos causados pela anestesia podem acontecer, como a diminuição da pressão arterial, coceira e dor de cabeça. Portanto, a anestesia deve ser realizada por um médico anestesiologista, que é devidamente capacitado e irá monitorar a gestante em caso de qualquer intercorrência.

Programa Saúde Ativa - Iniciativa Futura Mamãe

E para você, segurada SulAmérica Saúde, que é gestante e foi identificada com gravidez de risco, conte conosco para auxiliá-la com  informações sobre cuidados necessários com a alimentação, atividade física, exames preventivos, consultas médicas programadas, trabalho de parto, amamentação, cuidados com o bebê, entre outras.

Com a iniciativa Futura Mamãe, do Programa Saúde Ativa, você terá à disposição uma equipe de profissionais de saúde comprometidos com um atendimento e tratamento personalizado, com acompanhamento telefônico e visitas domiciliares.

Entre em contato conosco pelo e-mail saudeativa@sulamerica.com.br e faça sua auto indicação para a iniciativa Futura Mamãe!

Voltar