Matérias



Câncer de cabeça e pescoço é um dos mais comuns entre os homens Saúde do Homem

Home > Matérias > Saúde do Homem > Câncer de cabeça e pescoço é um dos mais comuns entre os homens

Câncer de cabeça e pescoço

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de cabeça e pescoço, doença que engloba neoplasias da boca, laringe, faringe e outras estruturas próximas, é atualmente o segundo mais frequente entre os homens no Brasil, ficando atrás somente do câncer de próstata. Entre os principais fatores de risco desse tipo de doença estão o tabagismo (fumantes têm 10 vezes mais chances de desenvolver câncer de laringe) e o consumo de bebidas alcoólicas ou a associação entre ambos.

Além disso, outros fatores como hábitos alimentares inadequados, envelhecimento, síndromes genéticas, radiação solar e infecção pelo HPV também podem levar ao desenvolvimento da doença.

Principais sintomas

Fique atento se os seguintes sintomas persistirem por mais de 15 dias:

 - Lesões na cavidade oral ou nos lábios

- Rouquidão

- Dificuldades para engolir ou mastigar

- Falta de ar

- Sensação de ter algo preso na garganta

- Dor de garganta

- Manchas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, bochecha, gengiva e céu da boca

- Nódulos no pescoço


Diagnóstico precoce

Quando diagnosticado de forma precoce, o câncer de cabeça e pescoço tem 80% de chance de cura. Por isso, se notar qualquer sintoma suspeito, procure um médico. Além disso, é muito importante estar em dia com seus exames de check-up.

 

Tratamento

O tratamento para o câncer de cabeça e pescoço depende das características e do estadiamento do tumor (ou seja, da estimativa da extensão da doença). Geralmente, o tipo mais prevalente entre os indivíduos é o carcinoma epidermoide.

Dessa forma, de acordo com a localização e extensão da doença, o tratamento pode incluir cirurgia e/ou radioterapia com quimioterapia associada, e o quanto antes for iniciado, maiores a chances de não surgirem deformidades físicas, já que o câncer de cabeça e pescoço pode causar problemas nos dentes, fala e deglutição.

 

Prevenir é sempre a melhor opção

Se você é fumante, deixe já esse vício. Além disso, modere o consumo de bebidas alcoólicas e mantenha hábitos de vida saudáveis, que incluam alimentação equilibrada, sexo seguro e prática regular de atividades físicas.




Voltar