Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

//
-
Iniciativa disponível para algumas localidades
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os beneficiários SulAmérica Saúde e a participação está sujeita às condições de elegibilidade. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



O novo coronavírus e os cuidados no transporte público Epidemias

Home > Matérias > Epidemias > O novo coronavírus e os cuidados no transporte público


sulamerica_2020_saude_artigo_transporte-publico_headerCom a flexibilização do isolamento social em diversos estados do país e a retomada do trabalho presencial nos escritórios de empresas, muita gente está fazendo uso do transporte público, que pode ser um foco de aglomeração. Por isso, se você precisa pegar ônibus, trem ou metrô, lembre-se dos cuidados recomendados para evitar contrair o novo coronavírus.




sulamerica_2020_saude_artigo_transporte-publico_01

Item essencial de proteção, a máscara facial deve ser utilizada em espaços públicos o tempo todo, principalmente nos transportes coletivos. O uso correto do acessório por toda a população pode diminuir em até 40% o número de novos infectados pela COVID-19, segundo estudo conduzido na Alemanha.  

  • Se você costuma ficar mais de duas horas na rua, o Ministério da Saúde recomenda  carregar uma máscara reserva para trocar depois desse tempo. Caso fique úmida antes de duas horas, também deverá ser trocada.

  • Manuseie a máscara usada da maneira correta. Retire e segure-a sempre pelo elástico, sem tocar a parte da frente. Guarde cuidadosamente dentro de um saquinho plástico e, só então, coloque na bolsa ou no bolso.

  • Não compartilhe a máscara com ninguém e ajuste-a bem no rosto (para que você não tenha que mexer nela quando estiver na rua), cobrindo totalmente boca e nariz.

  • Se precisar tossir ou espirrar, use um lenço de papel ou cubra o rosto com o antebraço mantendo a máscara no rosto.






sulamerica_2020_saude_artigo_transporte-publico_02

O álcool em gel 70% é outro item de proteção que você deve carregar sempre que sair de casa para manter as mãos higienizadas.

Nossas mãos são as principais condutoras do vírus, pois, se estiverem contaminadas e tocarem olhos,  boca, nariz ou ouvidos (acessos de entrada do vírus para dentro do organismo), o risco de contrair a Covid-19  é quase certo.

  • Passe o álcool em gel nas mãos antes e depois de usar o transporte público. E, se possível, lave as mãos com água e sabão assim que chegar ao seu destino.

  • Durante a viagem, repita a higienização logo após pagar a passagem. A sugestão do CDC – Centers For Disease Control and Prevention é ter o valor exato do bilhete para você não precisar de troco, ou, melhor, realizar o pagamento com cartões de crédito touchless, por aproximação, quando possível.

  • O ideal é evitar tocar as superfícies, mas caso você precise apoiar as mãos nos bancos ou se segurar nas travas de segurança, passe o álcool em gel em seguida. Sempre evitando  levar as mãos ao rosto.

  • Em trajetos muito distantes, aplique o produto várias vezes, sempre que tocar locais com possibilidade de contaminação.



sulamerica_2020_saude_artigo_transporte-publico_03

Além do uso correto e constante da máscara e do álcool em gel, é importante adotar o distanciamento mínimo de 2 metros das outras pessoas.

  • Mesmo dentro do transporte público, os dois metros de distância devem ser mantidos, o que, na maioria das vezes, é impossível no horário de pico. Então, se puder, saia em horários alternativos, quando ônibus, trem e metrô estão menos cheios. 

  • Respeite as faixas no chão que demarcam a distância mínima que cada passageiro deve manter um do outro nas filas da bilheteria e do embarque.






    sulamerica_2020_saude_artigo_transporte-publico_04

As empresas de transporte público foram orientadas a manter as janelas abertas para que o ar circule e o veículo fique naturalmente arejado. No metrô e em outros tipos de transporte em que o ar-condicionado não pode ser desligado, o Ministério da Saúde recomenda não acionar a recirculação e manter a manutenção do equipamento em dia. Já no táxi e nos transportes por aplicativo, peça para o motorista desligar o ar e não hesite em abrir as janelas. 



sulamerica_2020_saude_artigo_transporte-publico_05

Evite se sentar no banco da frente, ao lado do motorista, e não pegue o carro compartilhado com outros passageiros, exceto se forem pessoas que moram na mesma casa. Deixe os vidros sempre abertos e não encoste em nada. De qualquer forma, os motoristas são orientados a higienizar todo o veículo depois de cada viagem. 



sulamerica_2020_saude_artigo_transporte-publico_06Ao chegar ao seu destino, utilize um pano seco e álcool em gel ou líquido 70% para higienizar a bolsa ou mochila, o celular e qualquer outro objeto que tenha ficado exposto no transporte público. Faço o mesmo ao chegar em casa, além de tirar os sapatos ainda na porta de entrada e colocar toda a roupa para lavar.


Importante
:
se tiver qualquer sintoma suspeito de COVID-19, como tosse seca, febre ou falta de ar, evite ao máximo usar o transporte público. O distanciamento social ainda é a forma mais efetiva de evitar o contágio e a transmissão do vírus.


Fontes
: Ministério da Saúde, Centers For Disease Control and Prevention, Prefeitura do Rio de Janeiro e SPTrans.

 

Artigos relacionados: 

Cuidados com o corpo em meio à pandemia

Como o coronavírus age no organismo

Saiba identificar os sintomas da COVID-19


Voltar