Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

//
-
Clínicas disponíveis para algumas localidades de São Paulo/SP. Indique no campo "Observações" a localidade de sua preferência: Freguesia do Ó, Indianópolis, Lapa, Paraíso, Pinheiros, Santana, Sta Cecília, Sta Cruz , Sto Amaro, São Judas, São Miguel, Tatuapé
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os beneficiários SulAmérica Saúde e a participação está sujeita às condições de elegibilidade. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



É possível sair de casa em segurança? Epidemias

Home > Matérias > Epidemias > É possível sair de casa em segurança?


sulamerica_2020_saude_artigo_reducao-de-risco_header


A pandemia de COVID-19 transformou os hábitos de higiene das pessoas ao redor do mundo:
lavar as mãos com mais frequência, andar com álcool em gel na bolsa e usar máscara ao sair de casa se tornaram medidas comuns. Isso porque, fora do isolamento social, todos nós estamos expostos ao risco de contaminação pelo novo coronavírus. E com a reabertura do comércio e de serviços em todo o Brasil, muitos querem saber o que é arriscado (ou não) fazer: É possível se exercitar na rua? Ir ao salão de beleza ou encarar a fila de espera no consultório médico?

Para mensurar o perigo de exposição ao coronavírus, cientistas da Força-Tarefa COVID-19 da Associação Médica do Texas, nos Estados Unidos, criaram uma tabela relacionando as atividades externas que expõem mais ou menos as pessoas ao Sars-Cov-2. Vale dizer que os mais de 25 médicos envolvidos na criação da tabela fizeram as estimativas baseados em evidências científicas.

A escala foi feita a partir de 37 atividades, divididas em baixo, moderado baixo, moderado, moderado alto e alto risco de contágio. Dessa forma, é possível avaliar o que dá para você fazer fora de casa com algum nível de segurança.

Mas lembre-se: os especialistas enfatizaram que o uso da tabela só vale para quem continuar se protegendo. Ou seja, o resultado dessa análise, que pode ser conferida em versão adaptada e traduzida para o português logo abaixo, só faz sentido se você estiver de máscara e  mantendo-se distante das pessoas, além de evitar levar as mãos ao rosto e mantê-las higienizadas com água e sabão ou utilizando álcool em gel.

sulamerica_2020_saude_artigo_reducao-de-risco_01
sulamerica_2020_saude_artigo_reducao-de-risco_02
sulamerica_2020_saude_artigo_reducao-de-risco_03
sulamerica_2020_saude_artigo_reducao-de-risco_04
sulamerica_2020_saude_artigo_reducao-de-risco_05

sulamerica_2020_saude_artigo_reducao-de-risco_06


Independentemente dos cuidados adotados ao sair de casa, o
isolamento social ainda é a melhor forma de se prevenir contra o novo coronavírus.

A tabela criada pela Associação Médica do Texas é um guia para evidenciar os riscos da exposição, mas não pode ser uma referência única para você tomar suas ações. É importante considerar sua situação pessoal e o risco para você, sua família e sua vizinhança antes de se aventurar. Considere se você mora com alguém ou é do grupo de risco, a quantidade de pessoas com que você vai interagir no local escolhido e o tempo de permanência nele. O órgão americano Center of Disease Control and Prevention reforça: 

  • Em geral, quanto mais você interage com os outros e quanto maior for a interação, maior o risco de disseminação da COVID-19.

  • Se você decidir sair para atividades fora de casa, é essencial continuar se protegendo e praticando as ações preventivas diárias.

  • Mantenha esses itens sempre à mão: uma máscara, lenços de papel e álcool em gel.

  • Se você estiver doente, com sintomas gripais, ou estiver em contato próximo com alguém que tenha COVID-19, é importante ficar em casa e longe de outras pessoas

  • Cheque sempre as medidas preventivas do local escolhido previamente, seja ele um restaurante, bar ou até mesmo um consultório médico. Prefira locais abertos, ventilados e reduza o contato com objetos compartilhados.


Ainda tem alguma dúvida sobre a COVID-19? A SulAmérica oferece um canal de atendimento para você tirar suas dúvidas sobre o novo coronavírus. Acesse o Hotsite
 SulAmérica Coronavírus.


Artigos relacionados:

O novo coronavírus e os cuidados no transporte público

Tive COVID-19, estou imune?

Se Sair de Casa, Use Máscara

Manual da limpeza e higiene contra o coronavírus

Fontes:

Texas Medical Association        

Faculdade de Medicina UFMG 

Centers for Disease Control and Prevention

 



Voltar