Matérias



Mitos e Verdades sobre a Febre Amarela Epidemias

Home > Matérias > Epidemias > Mitos e Verdades sobre a Febre Amarela

Mitos e verdades sobre a Febre Amarela

Diversas especulações estão circulando sobre a doença e provocado dúvidas; confira o que é MITO e o que é VERDADE.

    Desde junho do ano passado, o crescente número de casos de febre amarela vem assustando o Brasil. De acordo o Ministério da Saúde, foram notificados 464 casos de febre amarela e 154 óbitos no período de 1º julho de 2017 a 16 de fevereiro deste ano em todo o território nacional.





1 – Os macacos são transmissores da febre amarela

Mito. A febre amarela é propagada somente pela picada do mosquito transmissor. Assim como os humanos, os macacos são hospedeiros do vírus e indicam a presença da doença em uma determinada região. Em hipótese alguma esses animais devem ser mortos. Caso você encontre um macaco doente ou morto em sua cidade, comunique o serviço de saúde local pelo telefone 136.

 

2 – A febre amarela não é contagiosa

Verdade. A febre amarela só pode ser transmitida pela picada dos mosquitos Haemagogus e Sabethes, em áreas silvestres, ou pelo Aedes aegypti, em áreas urbanas. Não existe transmissão direta da doença de pessoa para pessoa ou de macacos para pessoas.

 

3 – Até agora só foram registrados casos de febre amarela silvestre

Verdade. A febre amarela apresenta dois ciclos: o silvestre, em que a doença é transmitida pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes, em regiões rurais e de matas; e o urbano, em que é transmitida pela Aedes aegypti. Não há registro de infecções por esse segundo ciclo desde 1942.

4 – Quem vai viajar deve ficar atento às áreas de risco

Verdade. Quem pretende viajar para uma área de risco e não tomou a vacina da febre amarela com pelo menos dez dias de antecedência da data da viagem deve adiar o passeio. Confira aqui os municípios com a recomendação da vacina.

 

5 – A vacina da febre amarela não é segura

Mito. A vacina da febre amarela é desenvolvida a partir de vírus vivo atenuado.  É segura e apresenta eficácia estimada de 95%.

 

6 – Qualquer pessoa pode tomar a vacina da febre amarela

Mito. A vacina da febre amarela é indicada a partir dos 9 meses de idade até os 59 anos. Gestantes e idosos a partir dos 60 anos devem se consultar com um médico para avaliar os riscos e benefícios da imunização, de acordo com cada caso. A vacina também não é indicada para mulheres que estão amamentando bebês com menos de seis meses, pessoas em tratamento com drogas imunossupressoras, portadores de AIDS ou Câncer e aqueles com alergia severa ao ovo, além dos menores de 9 meses ou maiores de 60 anos. Nesses casos, é importante procurar orientações médicas.

 

7 - A vacina fracionada não é eficaz

Mito. A vacina fracionada da febre amarela possui a mesma eficácia da dose única padrão. A única diferença é que esse tipo de imunização, ao invés de valer por toda a vida, tem a duração de pelo menos oito anos.

 

 

Voltar