Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

//
-
Clínicas disponíveis para algumas localidades de São Paulo/SP. Indique no campo "Observações" a localidade de sua preferência: Freguesia do Ó, Indianópolis, Lapa, Paraíso, Pinheiros, Santana, Sta Cecília, Sta Cruz , Sto Amaro, São Judas, São Miguel, Tatuapé
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os beneficiários SulAmérica Saúde e a participação está sujeita às condições de elegibilidade. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Se Sair de Casa, Use Máscara Epidemias

Home > Matérias > Epidemias > Se Sair de Casa, Use Máscara

No início da pandemia do novo coronavírus, o uso de máscaras de proteção por quem não apresentava os sintomas da doença gerou muitas dúvidas. No entanto, com o avanço da COVID-19, ficou comprovado que muitas pessoas assintomáticas também transmitem a doença e, por isso, alguns países passaram a incentivar a população em geral a adotar esse item de proteção como forma de evitar a disseminação do vírus. 

No Brasil, as máscaras caseiras são a melhor opção para o uso da população em geral. As máscaras cirúrgicas, em escassez no mercado, devem ser direcionadas para uso preferencial dos profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia.

Para quem precisa se proteger ao realizar tarefas essenciais fora de casa, como ir à farmácia e ao supermercado ou usar transporte público, o Ministério da Saúde recomenda a utilização das máscaras caseiras feitas de tecido. Mas é importante tomar alguns cuidados: a máscara deve ser confeccionada com dupla ou tripla camada de tecido e o modelo deve ser capaz de proteger bem o nariz e a boca.

COMO FAZER MÁSCARA CASEIRA

O Ministério da Saúde recomenda confeccionar a máscara caseira com duas camadas de tecido, no mínimo, mas o ideal são três camadas: a externa de tecido impermeável, a intermediária de tecido respirável (como TNT ou papel-toalha) e a terceira, que fica em contato com a pele, de algodão. Você pode confeccionar com materiais que já tem em casa e que se aproximam dos recomendados, como camisetas de algodão e fronhas de tecido antimicrobiano.

Priorize tecidos mais grossos e que não irritam a pele. Tecidos de trama muito aberta, como a lã, não são recomendados, por não terem grande capacidade de filtragem. Já tecidos que não levam muito algodão na confecção, como jeans e poliéster, não são interessantes, pois não permitem boa respiração.

A Anvisa indica alguns tipos de tecido: 

  • 100% algodão;

  • mistura de algodão com elastano em menor quantidade;

  • tricoline;

  • tecido não tecido (TNT) sintético. 

Atenção: máscaras feitas com TNT não devem ser reutilizáveis, mas descartadas após o uso.


PASSO A PASSO

Existem diferentes sugestões de moldes e recortes dos tecidos para a fabricação da máscara caseira. É importante que ela fique confortável e bem ajustada ao rosto, principalmente nas laterais e na parte superior. Uma pesquisa da Universidade Federal de Santa Catarina sugere as seguintes etapas na confecção:

Antes de começar a produzir sua máscara, higienize as superfícies com álcool 70% e lave bem as mãos. Lave a máscara depois de pronta com água e sabão, deixe secar ao ar livre e passe com o ferro quente. Guarde a máscara limpa em um saco plástico, individualmente.


COMO USAR ADEQUADAMENTE

COMO HIGIENIZAR A MÁSCARA

A máscara de tecido deve ser lavada separadamente de outras peças de roupa, na mão ou na máquina de lavar. Se usar a máquina, a recomendação é fazer o ciclo completo de lavagem em alta temperatura, se houver essa função. Caso prefira lavar na mão, siga algumas etapas:

Importante: Confira a qualidade da máscara após a lavagem. A Anvisa recomenda evitar o uso após mais de 30 lavagens. Caso perceba algum defeito no tecido ou nos elásticos, descarte-a. Lembre-se de que máscaras de TNT não são reutilizáveis, apenas as de algodão ou outros tecidos.


PROTEÇÃO PARCIAL

A máscara de tecido funciona como uma barreira física para evitar que as pessoas assintomáticas propaguem o vírus a partir das gotículas de saliva contaminadas (ao falar) ou da secreção do nariz (ao espirrar). Porém, como não há um sistema eficaz de filtragem, a máscara não evita totalmente o contágio. Mas, neste momento, toda forma de proteção é bem-vinda.

 Além de todas essas recomendações, o uso da máscara deve ser combinado a outras medidas contra o coronavírus, como evitar tocar olhos, nariz e boca, fazer a higienização correta das mãos com água e sabão ou álcool em gel, e manter o isolamento social. Em locais públicos, a Anvisa orienta o distanciamento de, no mínimo, 1 metro entre as pessoas, mesmo com o uso de máscara.


Em caso de sintomas, entre em contato com nossos serviços no app SulAmérica Saúde, no botão Atendimento Coronavírus.



Artigos relacionados

COVID-19: Fato ou Fake?

Manual de limpeza e higiene contra o coronavírus

Coronavírus: perguntas e respostas

Voltar