Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Maior consumo de fibras reduz risco de doenças crônicas Doenças Crônicas

Home > Matérias > Doenças Crônicas > Maior consumo de fibras reduz risco de doenças crônicas

Fibras contra Doenças Crônicas
Aumentar o consumo de fibras pode ajudar a prevenir doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, câncer de intestino e morte prematura, segundo uma revisão de estudos publicada no jornal científico The Lancet e encomendada pela Organização Mundial da Saúde.

O levantamento, que considerou 185 pesquisas e ensaios clínicos realizados ao longo dos últimos 40 anos, apontou que esses benefícios podem ser alcançados com o consumo diário de 25g a 29g de fibras. Hoje, de acordo com os pesquisadores, a maioria das pessoas consome menos que 20g desse carboidrato por dia.

Os resultados da revisão também sugeriram que o aumento da ingestão de fibras está associado a níveis mais baixos de colesterol e pressão arterial, além de menor peso em comparação com baixas taxas de consumo do carboidrato.

A Organização Mundial da Saúde encomendou a pesquisa para estabelecer novas recomendações sobre a ingestão diária de fibras e determinar quais carboidratos possuem benefícios contra doenças crônicas e o ganho de peso.

O que são fibras

As fibras são classificadas como carboidratos e podem ser encontradas nos vegetais, frutas e cereais integrais. Por não serem absorvidas pelo organismo, passam direto pelo intestino, carregando resíduos alimentares e gorduras excedentes.

Tipo de fibras

As fibras são divididas em solúveis e insolúveis e ambas são benéficas para a saúde. Confira as diferenças entre cada classificação:

 

Fibras solúveis

Depois de ingeridas, as fibras solúveis se dissolvem na água e se transformam em uma espécie de gel, que permanece por mais tempo no estômago, proporcionando uma sensação maior de saciedade.

Além disso, elas atraem as moléculas de gordura e açúcar, ajudando a controlar os níveis de colesterol e glicemia no sangue. Podem ser encontradas nas leguminosas (feijão, lentilha, ervilha), farelos (aveia e cevada), sementes, frutas e legumes, como batata e cenoura.

 

Fibras insolúveis

 

Ao contrário das fibras solúveis, as insolúveis não se dissolvem na água, mas absorvem água, ajudando a produzir fezes mais volumosas e macias. Assim, contribuem para o bom funcionamento do intestino.

Esse tipo de fibra dá uma textura mais firme a alguns alimentos. Pode ser encontrada nos grãos integrais, nozes, amendoim, frutas (ex.: maçã, pera) e diversos tipos de hortaliças (ex.: cenoura, brócolis).

 

Consumo de água

É importante ressaltar que as fibras só conseguem atuar no organismo se houver consumo regular de água. Como esses carboidratos não são digeridos, a água ajuda a transportá-los pelo tubo intestinal. Caso contrário, eles poderão endurecer e causar problemas como prisão de ventre e cólicas abdominais.

 

Dicas para incluir mais fibras na alimentação

 

- Coma frutas inteiras e com casca;

- Substitua as versões refinadas do arroz, pão e macarrão pelas versões integrais;

- Inclua cereais de grãos integrais no seu café da manhã;

- Como opção para os lanches entre as refeições, coma nozes e frutas secas;

- Inclua mais leguminosas nas refeições, como as ervilhas e as lentilhas. Uma dica é inclui-las nas saladas;

- Aumente o consumo de legumes.

Voltar