Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Sabendo mais sobre o Diabetes Doenças Crônicas

Home > Matérias > Doenças Crônicas > Sabendo mais sobre o Diabetes

Você sabia que o diabetes melitus (DM) é uma doença metabólica crônica decorrente não só de fatores hereditários, mas também de um estilo de vida pouco saudável? Pois é, o assunto é sério e a Organização Mundial de Saúde (OMS) já reconheceu se tratar de uma epidemia a ser acompanhada de perto.

Para funcionar corretamente, as células do nosso organismo precisam de um combustível, a glicose, que nada mais é do que o resultado da transformação dos alimentos em açúcar no intestino. Além disso, também necessitamos do hormônio insulina para facilitar a entrada da glicose nas células.

Quando o nosso pâncreas produz insulina incapaz de agir de maneira correta e/ou em quantidade insuficiente, ocorre elevação da glicose no sangue, ocasionando assim o diabetes.

E como saber se o seu nível glicêmico está ideal? Em jejum de pelo menos oito horas, o nível deverá variar entre 70 e 99 mg por 100 ml de sangue.

Tipos de diabetes

Diabetes Gestacional: diminuição da tolerância à glicose. Ocorre na gestação podendo ou não persistir após o parto.

Diabetes Tipo 1: também conhecida como diabetes insulinodependente ou diabetes infanto-juvenil. Este tipo é genético e a produção de insulina é mínima. Pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum em crianças, adolescentes ou adultos jovens.

Diabetes Tipo 2: é o mais comum e tem caráter hereditário e intimamente relacionado com a obesidade principalmente na região abdominal. Apenas metade dos portadores de diabetes tipo 2 sabe que tem a doença, por ser pouco sintomática. Ocorre por resistência à insulina (menor captação de glicose pelos tecidos) ou deficiência relativa de secreção de insulina. O diagnóstico precoce é importante uma série de complicações, como insuficiência renal, perda de visão, infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral (derrame).

Sintomas

  • Urinar excessivamente, inclusive acordar várias vezes a noite para urinar;
  • Muita sede;                    
  • Aumento do apetite;
  • Perda de peso – em pessoas obesas a perda de peso ocorre mesmo se alimentando de maneira excessiva;
  • Cansaço;                                                                             
  • Infecções frequentes, sendo as de pele mais comuns.             

 

Fatores que predispõe a diabetes:

  • Familiares próximos portadores de diabetes;
  • Idade maior que 45 anos;
  • Excesso de peso ou obesidade;
  • Pressão Alta e Colesterol elevado;
  • Mulheres com antecedentes de filhos nascidos com mais de 4.0 Kg.            

Como evitar ou viver com diabetes

  • Conhecer bem a doença;
  • Manter um bom controle da glicemia, seguindo corretamente as orientações médicas;
  • Adotar uma alimentação saudável e equilibrada, dando preferência a alimentos integrais, reduzir a ingestão de gorduras e sal;
  • Praticar exercício físico de forma regular, pois estimula o pâncreas a produzir insulina.
  • Se optar por exercícios em academia informe os profissionais que tem diabetes. Os exercícios mais benéficos devem ser de intensidade moderada e de longa duração (40 minutos a uma hora);
  • Tomar a medicação quando prescrita pelo médico.

Agora que você sabe um pouco mais sobre o diabetes, coloque esse conhecimento em prática e compartilhe com seus familiares e amigos, afinal saúde é um interesse de todos.

 

Equipe Saúde Ativa

Voltar