Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
Iniciativa disponível para algumas localidades
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os beneficiários SulAmérica Saúde e a participação está sujeita às condições de elegibilidade. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Como Assim, Pré-Diabetes? Doenças Comuns

Home > Matérias > Doenças Comuns > Como Assim, Pré-Diabetes?



Em todo o mundo, cerca de 387 milhões de pessoas têm diabetes. E esse quadro deve se agravar: até 2035 haverá 50% de aumento, fazendo esse número chegar a 529 milhões, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Você sabia que existe um estágio anterior à doença, chamado de pré-diabetes? Essa fase é muito importante porque é quando a doença ainda pode ser evitada. Nela, os níveis de glicose no sangue estão mais altos do que o normal, embora não o suficiente para caracterizar a diabetes.

Mesmo assim, ao menos 50% dos pacientes diagnosticados com pré-diabetes desenvolvem a doença, segundo o Ministério da Saúde. Com algumas mudanças simples, no entanto, é possível reverter esse quadro.


Estou com pré-diabetes, e agora?

O ganho de peso, a tendência genética, o sedentarismo e a alimentação baseada em alimentos hipercalóricos estão todos envolvidos como possíveis causas de pré-diabetes.

Ao ser diagnosticado com pré-diabetes é fundamental que o paciente siga à risca as orientações do profissional que o acompanha. Além disso, algumas mudanças de hábito são boas aliadas.

A chave do sucesso nessa etapa é ter uma vida mais regrada e saudável. Muitas pessoas acreditam que a ingestão de qualquer tipo de carboidrato é prejudicial, mas na verdade é preciso substituir o consumo de carboidratos simples pelo de carboidratos complexos. 

Os carboidratos simples (mel, açúcares, balas, arroz branco, macarrão, pão branco, compotas, refrigerantes e biscoitos) são digeridos e absorvidos rapidamente, fazendo com que se sinta fome pouco tempo depois da refeição, e produzem um aumento da taxa de glicose no sangue.

SA_Como-assim-pré-diabetes_ilustra

Já os carboidratos complexos são digeridos mais lentamente pelo organismo, ocasionando aumento pequeno e gradual da glicemia. Por sua ingestão ser lenta, a pessoa não sente fome por mais tempo. Além disso, eles são muito mais nutritivos, pois contêm uma quantidade maior de vitaminas, minerais e fibras. Fazem parte dessa categoria: pães integrais, grão de bico, maçã, batata doce, sementes, vegetais e mandioca. Diminuir o consumo de gorduras saturadas e aumentar o consumo de fibras e carnes magras, além de iniciar a prática regular de atividade física, também devem estar entre as mudanças incorporadas. 

A alimentação de uma pessoa com pré-diabetes, assim como de toda a população, deve ser rica em legumes e verduras. No lugar de refrigerantes e biscoitos recheados, deve-se optar por água, leite e frutas. A Sociedade Brasileira de Diabetes recomenda que, além da alimentação saudável, o horário das refeições seja sempre semelhante. Comer com atenção plena e sem pressa também é importante, já que contribui para a digestão dos alimentos e para evitar que se coma mais do que o necessário.





Voltar