Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Como prevenir o melasma Doenças Comuns

Home > Matérias > Doenças Comuns > Como prevenir o melasma

Melasma
Manchas escuras de formato irregular pelo rosto são sinais típicos do melasma, uma condição dermatológica comum e sem causa definida, que atinge com mais frequência as mulheres. A face costuma ser a área mais afetada, no entanto, outras partes do corpo, como braços, colo e pescoço também podem apresentar a condição.

 

Ainda não se conhece totalmente as causas do melasma, porém há indícios de que esteja relacionado à predisposição genética, uso de anticoncepcionais femininos, terapia de reposição hormonal, gravidez e, principalmente, exposição solar sem o uso de protetor.

 

O melasma não é contagioso e tampouco provoca complicações à saúde. O único incômodo entre os que são afetadas é estético. Algumas peles podem ficar completamente manchadas. O melasma pode ser agravado com exposição solar sem proteção e uso inadequado de produtos dermatológicos.  

 

Confira a seguir os principais sintomas do melasma:

 

- Manchas escuras ou acastanhadas nas maçãs do rosto, testa, nariz e buço;

 

- Manchas escuras nos braços, pescoço e colo – esse é o conhecido melasma extra facial;

 

- O formato das manchas normalmente é irregular e bem definido;

 

- Muitas vezes o aspecto é de queimadura.

 

Como diagnosticar e tratar

 

O melasma pode ser diagnosticado por meio da análise física do dermatologista no próprio consultório. O tratamento se baseia no uso de medicamentos tópicos e procedimentos para o clareamento, como peelings e aplicações de luzes ou lasers.

 

É importante ressaltar que cada caso é único e nem todo método funciona para todos os pacientes. Normalmente, mesmo com resultados rápidos, são necessários muitos meses e até anos para estabilizar a condição.

 

É possível prevenir o melasma?

 

Proteger-se adequadamente do sol é a principal ferramenta de prevenção contra o melasma. Mesmo em dias chuvosos ou nublados é importante usar filtro solar, com fator de proteção, no mínimo, 30.

 

Além disso, a luz visível (lâmpadas, tela do computador, celular, tablets e outros eletrônicos) também provoca a pigmentação da pele, por isso, é essencial escolher um protetor solar que seja principalmente físico, ou seja, à base de dióxido de titânio e óxido de zinco, refletindo as radiações incidentes. Protetores com cores são exemplos desse tipo de produto.

Voltar