Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Hiperidrose: como tratar o suor excessivo Doenças Comuns

Home > Matérias > Doenças Comuns > Hiperidrose: como tratar o suor excessivo

HiperidroseA transpiração é um processo normal do organismo e tem como finalidade manter a temperatura corpórea. Se ficamos sob o sol ou praticamos uma atividade física ou passamos por um momento de nervosismo, por exemplo, é normal transpirarmos. No entanto, suar excessivamente sem a presença desses fatores e até mesmo em repouso pode indicar uma condição conhecida como hiperidrose.

 

A hiperidrose ocorre quando as glândulas sudoríparas, localizadas praticamente no corpo inteiro, funcionam de maneira hiperativa. Assim, o excesso de suor pode ser percebido principalmente nas axilas, palmas das mãos, rosto, cabeça, plantas dos pés e virilha, o que normalmente gera bastante desconforto, podendo impactar no bem-estar e físico e emocional.

 

O que causa o suor excessivo

 

Ainda não se conhecem exatamente as causas da hiperidrose, mas acredita-se que ela tenha origem em diversos fatores. Os mais comuns são:

 

 

Tipos de suor excessivo

 

Existem dois tipos de hiperidrose:

 

Hiperidrose primária focal: geralmente surge na infância e adolescência. As áreas mais afetadas são axilas, mãos, pés, rosto e cabeça e a sudorese não ocorre em repouso. Estima-se que entre 3% a 4% da população tenha esse tipo de hiperidrose, porém pouco menos 40% procura tratamento.

 

Hiperidrose secundária generalizada: é causada por uma doença ou uso de algum medicamento. Ao contrário da hiperidrose primária focal, o indivíduo transpira em praticamente todas as partes do corpo e inclusive durante o repouso. É mais comum na fase adulta.

 

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico da hiperidrose é feito pelo dermatologista com base principalmente na avaliação dos sintomas descritos e no estado de saúde do paciente.  O tratamento varia de acordo com o tipo de hiperidrose e pode incluir o uso de antitranspirantes especiais, medicamentos anticolinérgicos, que ajudam a impedir a estimulação das glândulas sudoríparas e procedimentos específicos, como a aplicação de toxina botulínica e Iontoforese, que usa a eletricidade para bloquear temporariamente a sudorese.




Voltar